Saiba como planejar a sucessão empresarial no seu negócio

7 minutos para ler

Empresários de todas as áreas de atuação estão acostumados a lidar com os mais diversos desafios, mas há momentos que podem ser mais delicados, exigindo atenção redobrada em seus processos. A sucessão empresarial, certamente, é um desses momentos. Até porque trata-se de uma fase de transição profunda, que pode afetar, além de todo o organograma da empresa, o desempenho e os resultados almejados pela companhia.

Sabemos que mudanças são comuns e, na maioria das vezes, saudáveis para a evolução dos negócios. Contudo, sabemos também o quanto o sucesso dessas transformações depende de planejamento, foco e empenho de todos os profissionais envolvidos. Por isso, é importante ter em mente que a sucessão empresarial vai além de um acontecimento isolado e requer muitas ações antes, durante e depois desse momento de transição.

Para ter uma visão mais ampla dessas ações, vamos entender melhor as ocasiões nas quais se demanda a sucessão e quais medidas são necessárias antes mesmo de iniciar esse processo. Acompanhe!

Quando ocorre a sucessão empresarial?

A sucessão empresarial pode ser ocasionada por diversos motivos, como em empresas familiares, quando os fundadores ou presidentes atuais decidem se aposentar ou mesmo vêm a falecer; em casos de alterações de razão social ou de número de sócios; em situações de fusão entre duas companhias; em episódios de promoção ou afastamento do profissional; em processos de compra e aquisição da companhia.

Independentemente da razão que levou a empresa a este momento, planejamento será fundamental para que essa delicada etapa seja concluída da forma mais eficiente possível, evitando os eventuais desdobramentos negativos que uma sucessão empresarial mal realizada pode trazer.

Para lhe ajudar nessa tarefa, preparamos este artigo, que traz os principais procedimentos no período que precede a sucessão empresarial, ou seja, praticamente um guia para o planejamento deste momento.

Quais as principais etapas do planejamento da sucessão empresarial?

Avaliação do quadro de colaboradores

É preciso ressaltar que a sucessão não necessariamente provoca alterações no quadro de colaboradores. No entanto, é imprescindível que ele seja criteriosamente reavaliado, até mesmo para ajudar a nova liderança no entendimento da organização da equipe e em futuras decisões.

Apesar de parecer simples, esse é um momento que requer o máximo de atenção. E há casos — os de fusões, por exemplo — que podem agravar essa avaliação, já que exige mais remanejamento, inclusão e, às vezes, redução do quadro. De qualquer forma, essa é sempre uma parte muito sensível, pois normalmente há uma certa resistência a esse tipo de mudanças na empresas.

Engajamento da equipe

Esse ponto está bem interligado com o anterior, já que a partir da avaliação do quadro de colaboradores será possível adotar medidas que mantenham o importante engajamento da equipe — desde áreas mais operacionais até diretorias. É necessário tomar todo o cuidado possível para que as performances dos colaboradores não sejam prejudicadas nesse período de mudança.

Para isso, além de manter a execução de suas atividades comuns, os colaboradores precisam estar bem informados sobre o processo de sucessão e se sentirem parte dele. Sem essa etapa bem alinhada, há fortes chances de comprometer todas as fases de mudanças planejadas.

Powered by Rock Convert

Preparo dos futuros líderes

Certamente, o líder sucessor já foi minuciosamente selecionado para ocupar tal importante cargo, seja ele familiar ou não do antecessor. No entanto, isso não o exime de um profundo preparo para, de fato, assumir a administração da empresa. Ele precisará estar extremamente bem informado sobre a atual situação da empresa.

Além de estar munido de informações precisas e sempre atualizadas, é essencial que o futuro líder esteja disposto a aprimorar e adequar suas capacidades à realidade específica da organização que assumirá. Tendo em vista que, por mais experiente que o profissional seja, há sempre um delicado processo de adaptação nessas transmissões, o qual não pode ser subestimado.

Desenvolvimento de estratégias de operação

Colocar todo o planejamento no papel é muito importante para analisar e desenvolver as etapas para a sucessão empresarial. Mas, para além do plano, é crucial a execução efetiva das ações. Essas tarefas também podem — e devem — ser divididas em metas para facilitar a prática do que foi idealizado.

Esse é o momento de pensar — e executar — o passo a passo de cada etapa necessária para uma sucessão empresarial satisfatória, que além de evitar os riscos comuns desse procedimento, traga todos os benefícios possíveis, como renovação, desempenho e, consequentemente, resultados positivos para a empresa.

Ajuda especializada

Há diversas empresas especializadas para lidar com todo esse processo sucessório e as ações que o envolve. Elas podem ser muito úteis, já que sabem com precisão os melhores caminhos a se adotar nos mais diversos casos de sucessão, levando em consideração as especificidades de cada empresa.

Outra vantagem de obter esse tipo de ajuda especializada é que você terá a avaliação de profissionais neutros, que não estão envolvidos diretamente com as mudanças. Essa visão de um terceiro permite diagnósticos e ações muitas vezes desconfortáveis para quem já atua na empresa.

Informações atualizadas

Ao longo deste artigo, mencionamos algumas vezes a importância de se manter atualizado. E não temos dúvida do quanto essa “simples” ação é fundamental, desde o planejamento até a execução de cada passo. Afinal, sem informações transparentes para guiar todos os envolvidos com clareza, o risco de “ruído” pode colocar tudo a perder.

Também pensando em atualização por meio de informações é que mantemos este blog e criamos este conteúdo. Inclusive, esperamos que ele tenha ajudado a compreender como funciona o planejamento de sucessão empresarial e, se for o caso, ajude a sua empresa a passar por uma.

Seguimos sempre ressaltando o quão importante é para todos, em especial aos empresários, manter-se, de fato, atualizados, mesmo quando não esteja passando por uma situação específica como a sucessão empresarial. Mas quando é um caso que está no seu dia a dia, é ainda mais gratificante contribuir com informação.

Foi exatamente pensando nisso, que, recentemente produzimos um artigo sobre um tema muito atual, que está em pauta e é altamente recomendável para quem lida com investimentos. Estamos falando do nosso artigo sobre os as ações de destaque da Bolsa em 2019. Boa leitura!

A One Investimentos é um escritório de assessoria de investimentos vinculado ao Banco BTG Pactual S.A. (“BTG Pactual”), fundada por profissionais do mercado financeiro com mais de dez anos de experiência. Na plataforma BTG pactual digital, você pode encontrar os investimentos adequados para o seu perfil de investimento. O processo de abertura da conta é rápido, simples e sem custos. Esperamos que este material contribua para sua trajetória rumo à independência financeira. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. O BTG Pactual não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo e a One Investimentos não distribui o produto em tema.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário